Sant'Ana FM87,9

Bolsonaro prevê recomendar afrouxamento de restrições

O presidente Jair Bolsonaro em entrevista a rádio
O presidente Jair Bolsonaro em entrevista a rádio Reprodução/Facebook

O presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta terça-feira (3), que o governo federal deve recomendar a flexibilização de medidas sanitárias em breve, devido ao avanço da vacinação no país.

"Creio que daqui a poucas semanas o governo federal pode recomendar o afrouxamento de certas medidas protetivas para que o Brasil, sim, volte à normalidade", disse, em tom de reclamação dando ênfase à palavra recomendar em entrevista à "TV Asa Branca", de Caruaru (PE).

Bolsonaro se queixou novamente da decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) segundo a qual a definição de medidas de enfrentamento à pandemia cabe também aos governos locais. A decisão foi tomada no ano passado em momento em que o governo federal tentava revogar regras locais de quarentena.

O presidente não detalhou quais devem ser as recomendações do governo federal. Ele já afirmou anteriormente que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um parecer para desobrigar vacinado e quem já se infectou de usar máscara.

Turismo

O chefe do Executivo revelou que o governo tem buscado, por meio do Ministério do Turismo, aumentar o volume de visitas ao Brasil para estimular a retomada do setor do turismo, prejudicado pela pandemia do novo coronavírus. "Gilson (Machado, ministro do Turismo,) esteve agora há pouco em um evento fora do Brasil, na Europa, tratando desses assuntos", disse.

Bolsonaro também voltou a destacar resultados da geração de empregos que, segundo ele, mostram "poder enorme de reação" do Brasil à crise econômica provocada pela pandemia da covid-19.

NOTÍCIAS MAIS LIDAS
NOSSOS PARCEIROS